SE PAULO TIVESSE PREGADO SOBRE O ARREBATAMENTO PARA O CÉU; ELE TERIA SE DESVIADO DAS PROMESSAS QUE DEUS FEZ A ABRAÃO E A TODA A SUA POSTERIDADE

Se Paulo tivesse realmente pregado sobre o arrebatamento para o céu como pregam as religiões, ele teria se desviado da verdade de Deus. Porque ele mesmo disse em Gálatas Cp.3, V.29: “Se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão herdeiros conforme a promessa.”

= Agora me responda: Qual foi a promessa que Deus fez para Abraão? Foi dar as terras de Canaã pra sempre à sua semente; ou arrebatá-los para o céu?

Porque mediante a estas opiniões opostas entre os religiosos e Paulo, eu posso ver que alguém está mentindo.

- Olhando por esse lado, a mentira viria ou de Paulo, ou de vocês religiosos que esperam este arrebatamento para o céu.

Porque o apóstolo Paulo tinha o conhecimento sobre as promessas que Deus tinha feito para Noé como podemos ver no livro de Gênesis Cp.8, V.22 onde Deus disse: “Enquanto a terra durar, sementeira e sega, e frio e calor, e verão e inverno, e dia e noite, não cessarão.”

Ainda no livro de Gênesis Cp.9, V.12 diz o seguinte: “E disse Deus: Este é o sinal do concerto que ponho entre mim e vós, e entre toda a alma vivente que está convosco por gerações eternas.”

Em Gênesis Cp.13, Vs.14 a 17 Deus disse para Abraão depois que Ló se apartou dele: “Levanta agora os teus olhos, e olha desde o lugar onde estás , para a banda do Norte, e do Sul, e do Oriente e do Ocidente; Porque toda esta terra que vês, te hei de dar a ti, e a tua semente, para sempre. E farei a tua semente como o pó da terra; de maneira que se alguém puder contar o pó da terra, também a tua semente será contada.”

Em Números Cp.23, V.19 diz: “Deus não é homem para que minta; nem filho do homem para que se arrependa: Porventura dirá ele, e não o faria? Ou falaria e o não confirmaria?

Em Gênesis Cp.26, Vs.2 a 5 diz que o Senhor apareceu a Isaque e lhe disse: “Não desças ao Egito; habita na terra que eu te disser: Peregrina nesta terra, e serei contigo, e te abençoarei; porque a ti e à tua semente darei todas estas terras, e confirmarei o juramento que tenho jurado a Abraão teu pai; E multiplicarei a tua semente como as estrelas dos céus, e darei à tua semente todas estas terras; e em tua semente serão benditas todas as nações da terra. Porquanto Abraão obedeceu a minha voz e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos, e as minhas leis.”

- Eu digo e afirmo para todos os evangélicos que: Ao contrário do que muitos pensam, Paulo não era leigo nestes assuntos. Pelo contrário; ele tinha todo o conhecimento sobre tudo isto que foi dito por Deus aos profetas.

Vejamos em Hebreus Cp.6, Vs.17 e 18 onde ele mesmo disse: “Pelo que querendo Deus mostrar mais abundantemente a imutabilidade de seu conselho, aos herdeiros da promessa, se interpôs com juramento; para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que pomos nosso refúgio em reter a esperança proposta.”

- Deus fez a promessa para Abraão e para toda a sua posteridade. E se interpôs ( ou seja; se comprometeu ) com juramento; como Paulo está afirmando aqui.

= Então; Como era que Paulo iria desmentir a Deus; Pregando para os tessalonicenses o arrebatamento para o céu?

- Além disso, vocês ainda completam esta mentira do arrebatamento para o céu, dizendo ao povo que lá no céu após serem arrebatados, ninguém irá se casar nem se dar em casamento porque todos serão iguais e não existirá mais distinção de sexo. Também dizem, que ninguém come nem bebe; e viverão só para cantar e orar para sempre.

- Só os insensatos crêem em uma doutrina satânica como essa; Que desmente a Deus, o qual interpôs as promessas a Abraão com juramento.

Paulo confirmou o que Davi falou no livro dos Salmos Cp.102, Vs.25 e 26; quando ele disse no livro dos Hebreus no Cp.1, Vs.10 a 12: “E: Tu, Senhor, no princípio fundaste a terra, e os céus são obra de tuas mãos: Eles perecerão, mas tu permanecerás; e todos eles, como roupa, envelhecerão, e como um manto os enrolarás, e como um vestido se mudarão, mas tu és o mesmo, e os teus anos não acabarão.”

= Agora me responda: Como Paulo poderia pregar o arrebatamento para o céu, se ele tinha conhecimento da transformação dos mundos no universo, incluindo o nosso mundo (a terra)?

Os tradutores da Bíblia colocaram muitos assuntos nas escrituras, só para conservar muitos dogmas de suas religiões. Podemos ver alguns desses dogmas no livro de I Tessalonicenses Cp.4, Vs.16 e 17.
Os religiosos afirmam que este trecho bíblico, refere-se a um arrebatamento futuro para o céu. Mas isto na verdade não existe.

Este arrebatamento para o céu nunca foi falado por Deus no antigo testamento. Também não foi citado por nenhum dos profetas, muito menos por Jesus e nem por seus apóstolos.

- Esta estória de morar no céu, vem da antiga Babilônia através dos antigos faraós; como podemos ver em Isaías Cp.14, Vs.13 e 14. Depois da destruição dela em 538 antes de Cristo por Ciro da Pérsia, Roma tomou posse dessa mentira.

Esta crença maléfica foi colocada no cristianismo por Roma, e o mundo evangélico conserva esta doutrina romana até os dias de hoje. Eles colocam o apóstolo Paulo como cobaia e afirmam que foi ele quem ensinou para a igreja tessalônica sobre a mentira do arrebatamento; como podemos ver em I Tessalonicenses Cp.4, Vs.13 a 18.

Eu sei que Paulo realmente pregou para os tessalonicenses; mas os versículos 16 e 17 foram enxertados (incluídos) dentro deste texto bíblico para conservar a doutrina da antiga Babilônia.
No livro de João Cp.14, V.19 Jesus disse para os seus discípulos: “Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais.”

- Preste bem atenção! Foi Jesus quem falou esta frase: “O mundo não me verá mais!”
= Sendo assim; Como é que ele vem a qualquer momento para arrebatar a igreja?

Em Atos Cp.3, Vs.19 a 21 o apóstolo Pedro disse: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim tempos do refrigério pela presença do Senhor. E envie ele a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado. O qual convém que o céu {contenha} até os tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princípio.”

- Aqui está provado que Jesus vai permanecer no céu (ou seja; em um mundo superior a este) até que este planeta seja totalmente restaurado.

Então; Como o apóstolo Paulo sabendo do que o Mestre Jesus Cristo havia falado, do que Pedro havia pregado, e sabendo das promessas de Deus, iria ter a capacidade de dizer que: “Jesus Cristo descerá dos céus com alarido, com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; E que os que morreram em Cristo, ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.” – Isto seria uma tremenda contradição da parte de Paulo.
= Pense bem! Se Paulo tivesse falado estas palavras; onde isto estaria confirmado no antigo testamento? Alguém já lhe mostrou?
- É claro que não! Porque não existe.
- Saiba que o apóstolo Pedro também confirmou o que Davi falou lá no livro dos Salmos Cp.110, Vs.1 a 7. Porque não só Paulo e Pedro, mas todos os profetas e discípulos, tinham conhecimento sobre as promessas de Deus que falam de vida sobre a terra, como também tinham conhecimento da existência da vida em vários mundos como este.

- Vejamos agora em I Coríntios Cp. 15, Vs.23 a 26 onde Paulo disse: “Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo na sua vinda. Depois virá o fim, Quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força. Porque convém que reine até que haja posto todos os seus inimigos por escabelo dos seus pés.”

- Neste trecho que lemos em I Coríntios, Paulo confirmou o que Daniel falou no Cp.2, V.44 de seu livro quando disse: “Mas, nos dias destes reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo: Esmiuçará e consumirá todos estes reinos, e será estabelecido para sempre.”
Paulo também falou da posse de Jesus Cristo sobre seu Reino em I Coríntios Cp.15, V.24 que diz: “Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força. Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos por debaixo de seus pés.”

= Mas qual será o reino que Jesus Cristo irá entregar a Deus o Pai? Você sabe?

- Vejamos no livro de Daniel Cp.7, Vs.13 e 14 onde o próprio Daniel disse: “Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu um como o Filho do Homem: E dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem: O seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino único que não será destruído.”

- Quando Paulo disse que Jesus entregará o reino ao Pai; ele estava se referindo ao planeta terra. Porque a terra é o reino de Jesus Cristo.

- Em Mateus Cp.13, Vs.41 a 43 diz: “Mandará o Filho do Homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo, e os que cometem iniqüidade.E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes. Então os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.” – Porém saiba que esta fornalha de fogo não existe da maneira que as religiões pregam.

- Este lago de fogo está relatado no livro de Ezequiel Cp.38, V.22. Este lago representa a destruição de Gogue, juntamente com as multidões que estão ao seu lado. Serão todos, juntos para a batalha do Deus Todo Poderoso. - - Os anjos que Jesus irá mandar para tirar de seu reino todo aquele que pratica a iniqüidade, são os apóstolos; como podemos ver em Mateus Cp.19, Vs.27 e 28.

- O apóstolo Paulo sabia de tudo o que os profetas haviam falado. O arrebatamento real que Paulo falou; se trata de um livramento, que foi desviado pelos tradutores da Bíblia. O profeta Isaías falou sobre este livramento em seu livro no Cp.4, Vs.2 a 6 quando ele disse: “Naquele dia o Renovo do Senhor será cheio de beleza e de glória; e o fruto da terra excelente e formoso para os que escaparem de Israel. E será que aquele que ficar em Sião e o que permanecer em Jerusalém, será chamado santo: Todo aquele que estiver inscrito entre os vivos em Jerusalém.
Quando o Senhor lavar a imundícia das filhas de Sião, e limpar o sangue de Jerusalém do meio dela, com o espírito de justiça, e com o espírito de ardor. E criará o Senhor sobre toda a habitação do monte de Sião, e sobre as suas congregações, uma nuvem de dia, e um fumo, e um resplandor de fogo chamejante de noite; porque sobre toda a glória haverá proteção. E haverá um tabernáculo para sombra contra o calor do dia; e para refúgio e esconderijo contra a tempestade e contra a chuva.”

- Paulo tinha conhecimento sobre este arrebatamento( ou seja; livramento ) para o monte Sião; que acontecerá por causa do ataque de Gogue e Magogue contra o povo de Deus.
- Gogue e Magogue, é uma geração contra o reino de Deus aqui na terra; como podemos ver em Gênesis Cp.10, Vs.2 a 5 e em Deuteronômio Cp.32, V.8.

. Confira no livro de Ezequiel Cp.38, Vs.1 a 23 e também no Cp.39, Vs.1 a 21, onde podemos ver que o profeta Ezequiel também profetizou sobre este acontecimento.
No livro de Joel Cp.2, V.32 Ele mesmo disse: “E há de ser que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo; porque no monte de Sião e em Jerusalém haverá livramento, assim como o Senhor tem dito, e nos restantes, que o Senhor chamar.”

O profeta Obadias no Cp.1, V.17 também profetizou a respeito deste livramento quando ele disse: “Mas no monte de Sião haverá livramento; e ele será santo; e os da casa de Jacó possuirão as suas herdades.”
= O apóstolo Paulo tinha pleno conhecimento sobre tudo isso. Então; Como ele poderia pregar arrebatamento para o céu?
Sendo assim; Ainda que ele tivesse pregado sobre isso ele teria se condenado e construído contradição em suas próprias palavras. Porque ele não foi arrebatado. Pelo contrário; ele e toda a igreja foram mortos pelo império romano em 64.

- Agora observe: No Cp.4, V.16 de I Tessalonicenses diz que; “O mesmo Senhor descerá do céu com alarido e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus.”

Já no Cp.5, V.2 diz: “Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite.”
= Agora eu lhe pergunto caro leitor: Ele vem com alarido (barulho); ou como um ladrão de noite?
= Eu só quero que alguém assuma de quem foi esta contradição maligna. Terá sido de Paulo; ou dos tradutores da Bíblia?

Porque em Mateus Cp.5, V.37 Jesus disse: “Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim, não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna.”

E o próprio Paulo no livro de II Coríntios Cp.2, V.17 disse o seguinte: “Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus.”

= E agora? Quem estará com a palavra de contradição? É Paulo ou os tradutores?

Leitor: Com toda certeza o apóstolo Paulo não iria contradizer a palavra de Deus.
Saiba que naquele tempo já existiam muitos falsificadores da palavra de Deus. Foram eles quem introduziram esta mentira no Cp.4, Vs.16 e 17 do livro de I Tessalonicenses, para confundir o mundo religioso. Só um insensato é quem crê numa estória absurda dessa.
Uma pessoa sábia e inteligente sabe que “todo o povo não tem fim” como está escrito no livro de Eclesiastes Cp.1, Vs.9 a 11 que diz: “O que foi, isso é o que há de ser; e o que se fez, isso se tornará a fazer: de modo que nada há novo debaixo do sol.”

= Por falar em falsificadores; Onde estão aqueles atalaias insensatos que estão inscritos em Isaías Cp.56, Vs.10 a 12?
- Os atalaias cegos falsificadores da palavra de Deus que estão lá em Isaías Cp.56, Vs.10 a 12, são os mesmos que colocaram aquela mentira em I Tessalonicenses Cp.4, Vs.16 e 17, para confundir a mente do povo; para se aproveitarem de sua falta de conhecimento, e com isso, sugar tudo o que eles têm. E hoje, estes atalaias estão aí com seus belos templos dizendo aos tolos que Jesus está habitando nos templos deles, curando e dando bênçãos. E dizem principalmente, que Jesus já está às portas para vir arrebatá-los para o céu a qualquer momento.

- Eles condenam o apóstolo Paulo com essa mentira. Mas o apóstolo Paulo jamais iria desmentir as promessas que foram feitas por Deus, pela boca dos santos profetas.

No livro de Atos dos apóstolos Cp.20, V.25 o próprio Paulo disse que: “Andava pregando o reino de Deus.” – E não arrebatamento!

Ainda em Atos Cp.28, V.23 diz: “E, havendo-lhe eles assinalado um dia, muitos foram ter com ele à pousada, aos quais declarava com bom testemunho o reino de Deus.” - Nos versículos 30 e 31 diz que; “Paulo ficou dois anos inteiros na sua própria habitação que alugara, e recebia todos quantos vinham vê-lo. Pregando o reino de Deus e ensinando com toda a liberdade as coisas pertencentes ao Senhor Jesus Cristo, sem impedimento algum.”
= Agora eu lhe faço a seguinte pergunta: Paulo esse tempo todo pregava o reino de Deus, ou o arrebatamento para o céu?
- Com certeza ele pregava o reino de Deus, porque aquele arrebatamento que está em I Tessalonicenses Cp.4, Vs.16 e 17 é falso. Porque não há confirmação em canto nenhum nas escrituras sobre este assunto. Este é um ponto bíblico que foi falsificado pelos tradutores da bíblia que conservam esta doutrina mentirosa a favor de seus interesses religiosos.
Pela quantidade enorme de religiões no mundo, dá para você conhecer os verdadeiros e os falsos pregadores.
- Os verdadeiros, estão ao lado das promessas que Deus fez à Abraão em Gênesis Cp.13, V.15 e que foram confirmadas em Mateus Cp.5, V.5.
- Já os falsos, que crêem no arrebatamento pregado pelas igrejas estão advertidos por Jó em seu livro, no Cp.38, Vs.12 e 13; e por Davi no livro dos Salmos Cp.104, V.35.
- O espírito do erro saiu de Babilônia e logo depois passou para Roma, de lá passou para as igrejas evangélicas. Todos estão contra o Reino de Deus aqui na terra.
Eles desmentem a Jesus Cristo, e a todos os profetas que profetizaram a respeito do Reino de Deus aqui na terra.

No livro de II Pedro Cp.1, Vs.19 a 21 o próprio apóstolo Pedro disse: “E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis, em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia esclareça, e a estrela da Alva apareça em vossos corações. Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia das escrituras é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.”

= Assim; Mais uma vez eu pergunto: Qual dos profetas pregou arrebatamento para o céu?
- E eu mesmo lhe respondo: Dos profetas de Deus; Nenhum!

No livro dos Salmos Cp.72, Vs.5 a 8 diz: “Temer-te-ão enquanto durar o sol e a lua, de geração em geração. Ele descerá como a chuva sobre a erva ceifada, como os chuveiros que umedecem a terra. Nos seus dias florescerá o justo, e abundância de paz haverá enquanto durar a lua. Dominará de mar a mar, e desde o rio até as extremidades da terra.”
- Veja que profecia maravilhosa! Que esperança bendita há para os que esperam o Reino de Deus governado por Jesus Cristo!

O governo de Jesus Cristo será um Governo Teocrático; onde um só rei ( Jesus Cristo ), governará com 144 mil governadores. Eles formarão o ministério do Governo de Jesus Cristo. Você poderá ler sobre estes governadores em Apocalipse Cp.14, Vs.1 a 5.

- Vejamos a seguir alguns versículos que nos fala como será a regência e o governo de Nosso Senhor Jesus Cristo:
Em Apocalipse Cp.19, Vs.15 e 16 diz: “E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e Ele as regerá com vara de ferro; e Ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo Poderoso. E no vestido e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores.”
No livro dos Salmos Cp.145, Vs.10 a 13 diz: “Todas as tuas obras te louvarão, ó Senhor, e os teus santos te bendirão. Falarão da glória do teu reino, e relatarão o teu poder; para que façam saber aos filhos dos homens as tuas proezas e a glória da magnificência do teu reino. O teu reino é um reino eterno; o teu domínio estende-se a todas as gerações.”

= Paulo tendo conhecimento desta, e de tantas outras profecias inspiradas pelo Santo Espírito de Deus para a esperança de todo aquele que lhe ama, e guardam os seus mandamentos; Jamais iria se desviar da verdade para pregar arrebatamento para a igreja; como escreveram em I Tessalonicenses Cp.4, Vs.16 e 17.
- Através da história e da própria Bíblia nós sabemos o que aconteceu com Paulo e com toda a Igreja tessalônica. Foram todos mortos pelo império romano. Paulo morreu em 64 depois de Cristo. Ele teve uma morte trágica. Foi decapitado, e traspassado por lanças.

- Portanto; lá ninguém foi arrebatado. E porque os ladrões, enganadores e falsificadores da palavra de Deus seriam?
- Hoje nós sabemos que os falsos tradutores da Bíblia puseram Paulo como escritor desta mentira, para conservar esta doutrina falsa e mentirosa.
- Muitos pastores insensatos conservam esta mentira babilônica, degradando a imagem santa dos profetas, que falaram inspirados pelo Espírito Santo à cerca do Reino de Deus aqui na terra. Imagine só o número de pessoas no mundo, que vivem iludidas esperando este falso arrebatamento para o céu!

- O próprio Jesus Cristo depois de ressuscitado, apresentou-se vivo, com muitas e infalíveis provas; Sendo visto por eles (os discípulos) por espaço de quarenta dias, e falando do que se dizia a respeito do Reino de Deus; como podemos ver em Atos Cp.1, V.3.
Se houvesse arrebatamento para o céu, o primeiro que teria falado sobre isto era o próprio Jesus Cristo, e não Paulo.
Neste caso: Nenhum profeta teria falado a respeito do Reino de Deus aqui na terra.
Pelo contrário; todos teriam profetizado sobre o arrebatamento para o céu.

- Aí se vê claramente que foi uma mentira que colocaram no nome de Paulo.
Em Atos Cp.1, Vs.6 a 8 diz: “Aqueles pois que se haviam reunido perguntaram a Jesus dizendo: Senhor, restaurarás tu neste tempo o reino a Israel?”

= Agora eu pergunto: Porque será que eles não perguntaram a Jesus da seguinte forma: “Senhor, quando será que tu virás arrebatar a igreja para o céu?” – Veja que eles se referiram a uma restauração terrena. Ou seja; a restauração (ou restituição) do reino de Israel.

= Será possível que só Paulo sabia sobre este tal arrebatamento? E por que Jesus e os apóstolos não sabiam?
- Mas preste bem atenção! A pergunta que eles fizeram a Jesus não foi sobre arrebatamento; e sim se Jesus restauraria naquele tempo em que eles estavam, o reino à nação de Israel; o qual foi tomado por Roma.

- Continuando: “Jesus disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder. Mas recebereis a virtude do Espírito Santo que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, até aos confins da terra.”

= Agora me responda: Qual era o testemunho que eles estavam dando a respeito de Jesus para a humanidade?
= Era arrebatamento para o céu; Ou era a confirmação do que os profetas falaram a respeito do Reino de Deus aqui na terra, desde Gênesis até Apocalipse?

- Este arrebatamento para o céu é esdrúxulo, ou seja; inválido, iníquo e profano! Só os insensatos crêem nisto!

Em Isaías Cp.24, V.23 diz: “E a lua se envergonhará, e o sol se confundirá quando o Senhor dos Exércitos reinar no monte de Sião e em Jerusalém; e então perante os seus anciãos haverá glória.” – A lua representa a igreja; o sol representa a luz do conhecimento infantil ( ou seja; não aprofundado ) e a iluminação que será dado ao povo santo depois da devastação já no novo mundo. Este conhecimento será dado gradativamente; irá crescendo aos poucos até se tornar uma iluminação perfeita dentro do reino de Deus. Por isso ele é chamado de infantil.

Em Isaías Cp.30, Vs.25 e 26 diz: “E haverá em todo o monte alto, e em todo o outeiro elevado ribeiros e correntes de águas, no dia da grande matança, quando caírem as torres. E será a luz da lua como a luz do sol, e a luz do sol sete vezes maior, como a luz de sete dias, no dia em que o Senhor ligar a quebradura do seu povo, e curar a chaga da sua ferida.” – Estes montes altos, e os outeiros elevados representam os poderosos do mundo; já os ribeiros e as correntes de águas representam o povo mais humilde da terra; como podemos ver em Apocalipse Cp.17, V.15.

- É a mesma profecia que se encontra no livro de Zacarias Cp.14, Vs.6 e 7 onde ele disse: “E acontecerá naquele dia, que não haverá preciosa luz nem espessa escuridão. Mas será um dia conhecido do Senhor; nem dia nem noite será; e acontecerá que no tempo da tarde haverá luz.”
- Esta grande matança que Isaías falou onde irão cair as torres; é a mesma da qual Zacarias está falando.
Esta matança irá terminar ao meio dia. Este dia é conhecido somente pelo Senhor, nem será de dia e nem de noite; será um dia nublado. É o dia da grande matança, a decisão da luz contra as trevas; que é o povo de Deus, contra a multidão de Gogue e Magogue.

Veja o que Deus falou no livro dos Salmos Cp.101, V.8 onde Ele disse: “Pela manhã destruirei todos os ímpios da terra, para desarraigar da cidade do Senhor todos os que praticam a iniqüidade.”
- Aí será quando no tempo da tarde raiará a luz do novo mundo! E acontecerá como Isaías profetizou quando disse: “E será a luz da lua como a luz do sol, e a luz do sol sete vezes maior, como a luz de sete dias no dia em que o Senhor ligar a quebradura do seu povo, e curar a chaga da sua ferida.”

- Preste bem atenção neste assunto: Este acontecimento só irá acontecer quando for exterminado todo o mal do mundo. Esta lua que vai resplandecer como a luz do sol, é a nova igreja no novo mundo; para que ela receba esta alta ciência de Deus. A luz dela será como a luz do sol, ou seja; totalmente iluminada.

- Vejamos em Mateus Cp.5, V.14 o que Jesus disse para os apóstolos: “Vós sois a luz do mundo.” – A qual era a igreja de Jesus. O pequeno rebanho que ele tinha congregado; como está escrito em Lucas Cp.12, V.32.
- Este pequeno rebanho, era a igreja que representava a lua. O oriente do alto representava Jesus; como podemos ver em Lucas Cp.1, V.78. Ele era o sol que resplandecia naquele pequeno rebanho que era a igreja; A qual era representada pela lua, recebendo a luz do sol que era Cristo.

- Embora saibamos que o sol e a lua não resplandeceram totalmente aqui na terra por causa do poder das trevas ( a iniqüidade ), porque era em maior número; como Jó falou em seu livro no Cp.10, V.22 onde ele disse: “Terra escuríssima. Como a mesma escuridão, terra da sombra da morte e sem ordem alguma, e onde a luz é como a escuridão.” – Como era que a luz que representava a igreja poderia resplandecer, se as trevas não deixavam que o sol resplandecesse sobre ela? - - As trevas ( o pecado ); era como uma nuvem negra sobre o mundo que apagou o sol e a lua.

- Mas no novo mundo, a luz será intensa como a luz do sol; e será sete vezes maior como a luz de sete dias. E não haverá impedimento algum porque não existirá mais trevas.
- Então é quando irá se cumprir o que está escrito em Apocalipse Cp.22, V.5 que diz: “E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os alumia; e reinarão para todo o sempre.”-- Jesus aqui na terra era o sol, e a igreja a lua; mas tudo isto, no sentido figurado.

Em Zacarias Cp.2, Vs.10 e 11 diz: “Exulta, e alegra-te ó filha de Sião, porque eis que venho, e habitarei no meio de ti, diz o Senhor. E naquele dia muitas nações se ajuntarão ao Senhor, e serão o meu povo: e habitarei no meio de ti, e saberás que o Senhor dos exércitos me enviou a ti.”

- Estas palavras envergonham a todos os que crêem neste falso arrebatamento para o céu!

Ainda no livro de Zacarias Cp.8, V.3 o Senhor diz: “Voltarei para Sião, e habitarei no meio de Jerusalém; e Jerusalém chamar-se-á a cidade de verdade; e o monte do Senhor dos Exércitos monte de santidade.”

- Leitor: Observe que quem ensinou este arrebatamento para o céu, foi um insensato que quis distorcer a palavra e os estatutos de Deus.
- Você deve crer nas promessas que Deus fez a Abraão a Isaque e a Jacó. E não nas promessas de falsos profetas.

= Deus prometeu o céu para a semente de Abraão? É claro que não!

- Veja o que Paulo disse em Gálatas Cp.3, V.29: “E, se sois de Cristo, então sois da descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa.”

= Será que você religioso que prega ou acredita no arrebatamento, seria tão insensato a ponto de não reconhecer qual foi a verdadeira promessa que Deus fez a Abraão?

- Enquanto Deus promete a terra para Abraão e sua semente; você vem correndo ao contrário prometendo arrebatamento para o céu.

= Quem está com a verdade; é Deus ou você?

- Se você acha que é o dono da verdade está sendo presunçoso e insensato.

= Onde é que você é maior, ou melhor do que Deus?

- Continuando no livro de Zacarias agora no Cp.14, Vs.8 e 9 vemos mais esta bela promessa da parte de Deus que diz: “Naquele dia também acontecerá que correrão de Jerusalém águas vivas, metade delas para o mar Oriental, e metade delas até ao mar Ocidental: no estio e no inverno sucederá isto e o Senhor será Rei sobre toda a terra: naquele dia um será o Senhor, e um será o seu nome.”

- Este mar Oriental são as nações do Oriente; e este mar Ocidental são as nações do Ocidente. Porque os povos são comparados com águas; como está escrito em Apocalipse Cp.17, V.15.
- As águas vivas que serão divididas em duas partes, representam a palavra de Deus, originada do evangelho eterno, para a civilização espiritual da humanidade no novo mundo.

Em Apocalipse Cp.11, V.15 o apóstolo João disse: “E tocou o sétimo anjo a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.”

-- Como é que estas religiões teimam em não acreditar nas promessas que Deus fez para Abraão e toda a sua posteridade?

Em Gênesis Cp.17, Vs.7 e 8 Deus disse para Abraão: “E estabelecerei um concerto entre mim e ti e a tua semente depois de ti em suas gerações por concerto perpétuo, para te ser a ti por Deus, e à tua semente depois de ti. E te darei a ti, e a tua semente depois de ti, a terra de tuas peregrinações, toda a terra de Canaã em perpétua possessão, e ser-lhes-ei o seu Deus.”

- Eu só quero saber se vocês evangélicos estão incluídos aqui na promessa que Deus fez a Abraão, e a toda sua semente; lhe dando as terras de Canaã em perpétua possessão.

Eu gostaria de saber também qual foi o “deus desconhecido” que deu o céu de presente pra vocês, para que fossem arrebatados pra lá e vivessem nele em eterna possessão. Isto é uma tremenda contradição!

- Vocês com esta idéia de falso arrebatamento, rejeitaram a promessa de fazerem parte das mesmas promessas que Deus fez a Abraão. Trocaram a promessa de Deus, pelo arrebatamento dos falsificadores; como se alguém pudesse anular o que Deus falou e estabeleceu como estatuto e concerto eterno.

- Isto é impossível !

O que Deus falou é lei; e não pode ser revogado!

- Deus não prometeu o céu pra ninguém!
Mas se vocês preferem o arrebatamento; vocês estão incluídos na semente de Gogue e Magogue; como está escrito em Ezequiel Cp.38, V.7.

-- Despertem!

Ainda há uma solução para vocês! Veja o que está escrito lá no livro de Jeremias Cp.6, V.16.
Que Deus dê a todos uma boa compreensão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário